Quem sou eu? O que faço

Minha foto
João Pessoa, Paraíba, Brazil
Quem sou? O que faço. Sou Maria de Lourdes, tenho, agora, 62 anos, esposa, mãe e avó, formação jurídica, com pós graduação em Direitos Humanos e Direito Processual Civil, além de um curso não concluído de Filosofia. Conheci os clássicos muito cedo, pois não tinha permissão para brincar na rua. Nosso universo – meu e de meus irmãos – era invadido, diariamente, por mestres da literatura universal, por nossos grandes autores, por contistas da literatura infanto-juvenil, revistas de informação como Seleções e/ou os populares gibis. Todos válidos para alimentar nossa sede de conhecimento. Gosto de conversar, ler, trabalhar, ouvir música, dançar. Adoro rir, ter amigos e amar. No trabalho me realizo à medida que consigo estabelecer a verdade, desconstruir a mentira, fazer valer direitos quando a injustiça parece ser a regra. Tenho a pretensão de informar, conversar, brincar com as palavras e os fatos que possam ser descritos ou comentados sob uma visão diferente. Venham comigo, embarquem nessa viagem que promete ser, a um só tempo, séria e divertida; suave e densa; clássica e atual. Somente me acompanhando você poderá exercer seu direito à críticas. Conto com sua atenção.

sábado, 9 de julho de 2016

ESTÁ CADA VEZ MAIS SEXY



AOS 70 ANOS
Alguns vêm para ficar. Pessoas, animais, músicas, poesias, ritmos, danças, filmes, lugares, peças...coisas, marcam sua passagem na história, pouco importando se o fez em relação a poucos ou a muitos. O que realmente conta é o tempo em que permanece atraindo atenções.*Imagem:atarde.uol.com.br


A sociedade atual é marcantemente transformadora, as pessoas, as opiniões, a maneira de viver, de um modo geral não mais se prendem a padrões rígidos, sedimentados no tempo e no espaço. Evoluir é o moto-contínuo que embala a humanidade. Os avanços tecnológicos trazem na informação, na rapidez dessa a disseminação do conhecimento.*Imagem:
universoracionalista.org


Pois é, quem se imagina nos dias atuais submetidos a atitudes austeras e repressivas? Quem em sã consciência abriria mão de sua liberdade de ir e vir? Quem gostaria de ter de volta a imposição da virgindade à atribuir dignidade ou não de alguém? Que pessoas se sujeitariam a aceitar relacionamento amoroso, profissão, credo, Partido Político ou qualquer outra coisa, diferente de seus desejos?*Imagem:www.youtube.com.br


É não precisamos ir longe. É mais ou menos recente o arranjo social onde, numa visão externa, a sociedade e, no âmbito dos lares, os pais, obrigavam pessoas a viverem sem resquício de individualidade. Numa linguagem do dia a dia: isso não nos pertence mais. Graças a Deus.*Imagem:www2.uol.com.br

Mas as exceções estão aí para confirmar a regra. Existe um septuagenário muito sexy. Acreditem. É difícil abrir mão de continuar íntima dele. A autocrítica é a vacina para realizar o divórcio entre você e o velhinho sexy. Foi ele que mostrou a muitas mulheres ter ficado para trás a menina que havia em cada uma. Ele também pode ter chocado algumas revelando que a juventude ficou para trás.*Imagem:www.pinterest.com.

 Muitas são belas na maturidade. Nada contra. Entretanto, por razões obvias, algumas coisas caem bem melhor para jovens. Assim esse “senhor”, há 70 anos faz sucesso com o público feminino. Desse modo, meninas, adolescentes, jovens e mulheres maduras adequadas ao seu padrão, não abrem mão de um biquíni.*Imagem:www.fotosearch.com.br
Claro, falo dele: O BIQUÍNI. Essa veste (?) que surgiu no ano de 1946, foi mostrada por Micheline Bernardini, uma jovem de 18 anos, dançarina do Cassino de Paris e modelo – sobre quem recaiu a escolha de Louís Réard. Administrador de uma confecção pertencente a sua mãe, o engenheiro e designer de roupas, criou a nova moda de praia em duas peças, confeccionado com 75 centímetros de tecido, declarando-o menor “que o menor traje de banho do mundo”.*Imagem:estilo.uol.com.br


O lançamento aconteceu no dia 5 de julho daquele ano, num desfile na Piscina Molitor, em Paris. Evidentemente o biquíni – do pós-guerra – na sua versão original,  já sofreu muitas modificações, mais manteve a essência e fascínio.Desde seu lançamento o biquíni causou um grande impacto em face da ousadia. Batizado com referência aos bombardeios ao “Atoli de Bikíni”,  no Oceano Pacífico, trouxe uma clara analogia a explosão atômica e aos efeitos que teria sobre a sociedade da época.*Imagem:www1.folhauol.com.br

 Embora nos possa parecer por demais comportado, o biquíni, como foi idealizado, permaneceu sem concorrentes até o final da década de 50.Tendo inspirado músicas como "Um biquíni de bolinha amarelinha"*Imagem:blogdonata.blogspot.com

Vestiu e mostrou belezas como Ava Gardner, Jane Mansfield, Ingrid Bergman, Marylin Monroe, Brigitte Bardot, Ursula Andress, Raquel Welch e muitas outras atrizes de Hollywood, usaram o biquíni como instrumento de sedução, incentivando as mulheres a usá-lo. No Brasil celebridades como Leila Diniz, Helô Pinheiro, Carmem Verônica e Norma Tamar e, anônimas beldades, fizeram e fazem a festa aos olhos dos frequentadores das praias em todo litoral brasileiro.*Imagem:hospitaldahistoria.blogspot.com


Há setenta anos, com uma padronagem de jornal e com um tamanho minúsculo para ocasião, o biquíni não deixou dúvidas às suas intenções: seduzir, encantar, desvendar. Ainda hoje recordo o primeiro que usei. O meu pai trouxe-o de Manaus, onde fora num Congresso de Panificadores. Era bege (hoje nude) com um cinto verde e fivela com um L, num modelo que lembrava aquele mostrado no “Satânico Dr. No”. Lembro demais, era a década de 60 e popularizou o biquíni, além disso, o filme levava multidões ao cinema. O modelo foi repetido por outra Bond Girl; Haly Barry, de curvas mais generosas que Úrsula Andress.  *Imagem:www.jamesbondlifestyle.com

O Brasil, criativo em moda de qualquer segmento fez do biquíni um forte produto Nacional. Em nossas praias se vê cortininha, meia taça, frente única, tomara que caia, com bojo, cavado, sunquíni, cintura baixa, lacinho, fio dental... tem para todo gosto e é sempre notado.  Se pode dizer que o biquíni nasceu fora do Brasil mas é brasileiríssimo. Pergunte a qualquer menina que frequente o litoral qual a roupa de praia mais bonita. Aposto com todas as fichas na resposta: O BIQUÍNI. Parabéns meu velho você será sempre SEXY.*Imagem:modafeminina.biz

sábado, 2 de julho de 2016

O LECHO DE PROCUSTO

MITOLOGIA SEMPRE


Recorrer a Mitologia é uma prática antiquíssima ao longo da história da humanidade. Diferentemente do que se possa imaginar, os Mitos estão interligados às religiões e a religiosidade dos povos; às explicações a respeito da natureza, as mudanças dessa e ao surgimento da vida. *Imagem:smeplm.blogspot.com


Todavia, quando se fala em Mitologia há mais ênfase a Grega, cuja consagração já patenteada, não só entre intelectuais e nos clássicos, mas, e também, é ordinariamente transmitida ao grande público através de romances, quadrinhos, games e muitas outras formas de divulgação - com fidelidade ao mito ou não - Heróis e vilões do Olimpo foram  transformados em personagens que povoam jogos para um público ávido por ação, adrenalina, independentemente de idade e condição intelectual. *Imagem:www.techtudo.com.br


Entretanto, a riqueza das mitologias, seus encaminhamentos religiosos, morais, éticos e  a busca pela verdade, inviabilizam uma análise mais profunda por uma considerável parcela da população brasileira, essa infelizmente, não se sobressai por ser culturalmente avançada, haja vista o desprezo pela história e seus registros físicos, além da escandalosa aculturação do brasileiro. Mas, ainda há espaço para nossos mitos, os nacionais, por mais distanciados que pareçam.*Imagem:focloreemitologiadobrasil

Apesar das dificuldades, não constitui novidade e não é forçado, acercar-se das Mitologias, até porque elas são aptas a nos abastecer, em determinados momentos, com explicações..., elementos básicos á evolução dos povos, podendo, sugerir em entrelinhas, o que deve ou não, ser praticado pela sociedade ou por cada um. Moral não está na fábula, pode habitar o mito.*Imagem:culturamix.com


A Grécia entre outras nos deixou a figura de Procusto (Damaster ou Polípemon ), um terrível saqueador, um bandido, que se dizia filho de Poseidón - deus dos mares, cujo apelido significava O Estirador. Dedicava-se a roubar viajantes que transitavam pela estrada que ia de Mégaras a Atenas, impondo-lhes, não só perdas materiais, mas roubando-lhes a vida de forma cruel, num ambiente de terror, de perversão. *Imagem:posseidonezeus.blogspot.com


Segundo a Mitologia o facínora possuía uma cama de ferro de seu tamanho exato, não ultrapassava ou faltava sequer um centímetro. Uma vez subjugada, a vítima era forçada a deitar-se no Leito de Procusto,  amordaçada e presa.Quando a estatura do dominado ultrapassava o tamanho ou a largura do que seria seu jazigo, o estirador iniciava por amputar-lhes as partes do corpo que sobressaiam, rotineiramente os pés, as mãos, as pernas e a cabeça. Se o dominado era de menor estatura o martírio o desconjuntava, estirando-o até separar os seus membros, de modo que alcançasse o tamanho da cama. Todos, seriam adequados ao Leito de Procusto. *Imagem:mestrechassot.blgspot.com


O mito narra que, a deusa da Sabedoria, Atena, não mais suportando os terríveis e lancinantes urros de dor, buscou explicações, indagando-lhe, por que trucidava suas vítimas? Recebendo do matador a resposta de que “ nada fazia, exceto acabar com as diferenças entre as pessoas”. A deusa retirou-se em silêncio, dando, ao estirador, uma aparente aceitação à sua barbárie.  *Imagem:www.virtualiaomanifesto.blogspot.com


Recurso recorrente na Mitologia Grega, a alegoria  evidencia, no caso, a Intolerância Humana sob o medonho leito de ferro e sangue.Procusto impôs o horror e crueldade até que Teseu, o herói Mitológico que derrotara o Minotauro, o procurou.  Recebendo daquele a mesma explicação dada a Atena. Teseu declara “a injustiça de se tentar igualar os diferentes por natureza e que cada um tem o direito de ser como é”. *Imagem:diaslucas.blogspot.com


Diz a lenda que Teseu o derrotou,  fazendo-o provar de sua maldade sobre seu  Leito de forma que seu corpo sobrasse para os lados, expondo sua cabeça e seus pés que foram amputados pelo filho de Egeu. Assim Teseu matou Damastes, de apelido Procusto, obrigando-o a fazer o seu próprio corpo caber na sua cama, tal como ele havia feito com tantos estranhos. E fê-lo em imitação de Hércules. Esse herói que castigava aqueles que lhe ofereciam violência da mesma forma com que eles haviam conspirado para servi-lo.*Imagem:profjuliososa.com.br


Vivemos, ainda hoje, sob as artes de Procusto. Diuturnamente nos deparamos com imitadores do monstro, que sob o argumento de uma igualdade impossível de ser alcançada, maquinam no sentido de formar frente única, a seu bel prazer e no atendimento de suas necessidades. Para os que não se subvertem manipulam e incitam capachos humanos que aniquilam seus horizontes, roubam suas vontades, sua honra e sua capacidade de insurgir-se contra o rolo compressor da desonestidade desenfreada. Esse um retrato de nossa atualidade*Imagem:municipiosbaianos.com.br


Pois é, nos noticiários identificamos, constantemente, seguidores de Procusto que, inclusive, pela notória  ausência de cultura certamente desconhecem a correlação estabelecida pela intolerância e pela capacidade de adequar, o que quer que seja, a seu modo, sua convicção. *Imagem:intoleranciasocial12013.blogspot.com


Sob esse aspecto surge uma questão: TERÃO A CÂMARA E O SENADO SE TRANSFORMADO EM RÉPLICAS DO LECHO DE PROCUSTO? São tantas as figuras funestas no cenário político nacional que ali se apresentam intolerantes e, odiosamente, rejeitam todos os interesses, crenças, opiniões, posições ou quaisquer formas de divergência às suas aspirações e metas.*Imagem:puro.cc


Procustos atuais distorcem, estripam, mutilam, adulteram, vociferam e fazem o diabo para conseguir seus objetivos, inclusive, reduzir a indigência a maior empresa brasileira, detonar a saúde pública brincando de cabra cega com Aedes egipt, transformar o País numa praça de guerra pela ausência de políticas públicas de combate ao crime organizado. Um aparelhamento voltado para o saque, o desmonte, produziu 11,5 milhões de desempregados.                   
*Imagem:acordamininu.blogspot.com


Há também Procusto alquimista e que, numa desavergonhada e repetitiva sucessão de fatos e ações quer modificar a essência das coisas  via de manipulação: transformar a mentira, numa nova categoria. A Suas Excelências – não basta a verdade e a mentira, faz-se necessária  "a não mentira" para adequar todo o resto ao vácuo ético e moral a que somos constantemente empurrados. *Imagem:jorgedracone.wikidot.com


Procustos modernos,  como salteadores de estradas aguardam, espreitando movimentos, atalhando, manejando cordéis, tudo a espera de um átimo de segundo onde possam por em prática aquilo que fazem com maestria. Esticam, achatam, deslocam, sempre eliminando diferenças ainda que entre o certo e o errado, a honestidade e a desonestidade, tendo, porém, como bastião da verdade a adequação aos seus interesses, submetendo ao leito de morte a ética, a honra, a honestidade e a integridade. *Imagem:idadecerta.com.br


Pois é, quem não conhece alguém assim? Em maior ou menor intensidade a maioria já encontrou em seu caminho, pelo menos um imitador do monstro. Não é muito difícil, todos os dias pessoas buscam transformar outras sem quaisquer preocupações com as diferenças *Imagem:genizahvirtual.com

terça-feira, 10 de maio de 2016

JURO QUE TENTEI


Impossível ficar ao largo 


Por inúmeros motivos tentei ficar calada. Esperar o equilíbrio e por fim, a serenidade dessa Nação anteriormente aguerrida. Cantada em verso e prosa. Vista como uma promessa e elevada à referência na América do Sul. Hoje, ridicularizada em todas as mídias e de forma globalizada.* Imagem:odisseiacontroversablospot.com.br


Temos hoje um palco imbatível de vergonhosas ações antiéticas, manobras viciadas por interesses pessoais e dissociadas da manutenção do Estado Brasileiro. Vivemos um momento inimaginável em qualquer Democracia. A ordem Pública dá lugar à desordem patrocinada pelo erário Federal. Não há como negar, uma nuvem densa, carregada de negatividade paira sobre nós. *Imagem:curiosityflux.com.br

Jamais, em tempo nenhum, se viu a sede do Governo Brasileiro – dentro do espaço físico “Palácio da Alvorada” - tomada por bandeiras, cartazes, colagens e militantes que ali trafegam como se estivessem num palco de Teatro do Absurdo. *Imagem:almirquites.blogspot.com


Inexiste segurança nos posicionamentos e responsabilidade na assunção de posições. O senso crítico caminha pari passo com o quase sepultado decoro parlamentar, ambos agonizam entre decisões estapafúrdias, embates físicos, cusparadas gritos, agressões, demonstrações inadequadas e tentativas de imposições escudadas em histerias.O direito da força contra a força do Direito*Imagem:gillusboccattus.com.br
Busquei outras fontes para manter meu contato com o mundo. Iniciei postagens sobre as Mães, sobre as Noivas, sobre Maria, sobre as Mulheres, tudo com realce ao mês de Maio, tão rico em sentido afetivo. Mas, o mundo político não me permite ficar ao largo.*Imagem:paroquiavila.com

 
Perplexa, busquei em minha formação Jurídica embasamento para o Decreto Parlamentar de sua insolência – desculpem, mas é o termo que encontro para tal –, não encontrando na obra prima do Deputado Waldir Maranhão, cunhada a partir da pressão petista, qualquer sustentáculo legal. Por outro lado tudo foi realizado em conformidade com a Assessoria Jurídica da defesa da Presidente Dilma Roussef, sempre maleável com os textos legais quando em favor da Comandante e seus comandados.*Imagem:recadox.com.br



A gravidade de tal iniciativa não se fundamenta apenas nisso. Coincidentemente, o Deputado saltitante, retornou de seu Estado natal – o Maranhão, acompanhado do Governador Flávio Dino do PC, aliado da Presidente e, gerou o filho natimorto: o Decreto anulatório das três sessões em que a Casa votou e decidiu pelo prosseguimento do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) EM ATENDIMENTO A UM PEDIDO DA ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO!!!!!  *Imagem:br.advfn.com

Surpreendentemente, o então Presidente Interino da Câmara dos Deputados – ex-escudeiro, quase um Sancho Pança, do afastado Eduardo Cunha - num rompante, fortalecido sabe Deus do quê, resolve, em ato discricionário, anular a decisão do Colegiado. Aquela, colhida num quórum qualificado com 367 votos a favor, 187 contra e 07 abstenções.**Imagem: diariodoestado.com.br

Dias antes, exatamente na sexta-feira, o desnorteado Deputado, ante a ausência de Parlamentares para lhe inflar o ego, havia, supostamente, bravateado: “Vocês vão se surpreender comigo.” Desgraçadamente não era fanfarrice. E sim algo pensado, decidido, contratado e abraçado por tantos quantos querem manter vivos os esquemas de fraudes; as tubulações por onde escoam e saqueiam a Petrobrás, os Fundos de Pensões, a Eletrobrás e tantas outras Companhias, Empresas estatais e afins. *Imagem:pt.clipart.me.com


A resposta à sandice do Deputado Waldir Maranhão, dos quadros do Partido Progressista do Maranhão, foi instantânea e imbatível. Indignação pelo despropósito de uma medida tomada contra a decisão do Colegiado, já encaminhada e com tramitação no Senado Federal. Além disso, o STF já rejeitara idêntico pedido.*Imagem:blognotasmusicais.com.br

O Mandado de Segurança impetrado pelo Deputado Paulo Teixeira, do PT de São Paulo, no Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo a anulação da votação do impeachment, submetido ao Ministro Luíz Fux, a quem coube sua análise, foi rejeitado, na sexta feira dia 06 de Maio.  O STF dando andamento processual necessário ao feito, mandou arquivar o remédio Constitucional utilizado sem respaldo fático e Jurídico, o fazendo  no dia 9 do mês em curso.
Interessante registrar que a alegação de Interna Corporis, só e somente só, recai sobre os que não constituem a base parlamentar em defesa da Presidente. Novamente os argumentos do PT e seus aliados, mostram-se seletivos, apesar do termo ser sempre utilizado contra os cidadãos, parlamentares ou não,  que apoiam o Impeachment, isso de forma  pejorativa.*Imagem:naoacompradevoto.blogspot
É chocante a desintegração do Estado Brasileiro. O Presidente da Câmara, como se fosse um tirano de opereta, escudado por um mau encarado grupo de choque, nada mais nada menos que um Governador e vários Deputados, cria de sua verve e juridicidade um Decreto, alheio à própria Assessoria Técnico-Jurídica e/ou a qualquer das Comissões ou Assessorias. DISCRICIONÁRIO NA SUA ORIGEM E NO SEU EFEITO. *Imagem:luizberto.com


 
Mas, ainda não estávamos suficientemente humilhados. Ridicularizados e em vertiginosa queda na Economia, ante tão deplorável acontecimento, do mesmo modo, inopinadamente, a calada da noite, como se não pudesse haver margem para mais sobressalto somos surpreendidos com a ANULAÇÃO DA ANULAÇÃO!!!!!!!!!! *Imagem: revista30.com.br
O Decreto ANULATÓRIO original já era catastrófico. A sua revogação uma confissão de incapacidade para gerir o funcionamento de uma casa Legislativa do porte da Câmara Federal. Uma declaração explícita e pública  que mostra, também,  quão influenciável é o Presidente interino. *Imagem: amaurih.blogspot.com.br


O Poder é perturbador. O Parlamentar não resistiu às promessas, ao aceno dos Poderosos do Planalto, as possibilidades de sonhar. quem sabe, com algo bem mais rentável que um cargo fantasma no Tribunal de Contas de seu Estado de origem, onde seu filho, médico e com empregos noutros estados, permaneceu por 7 (sete) anos, sendo exonerado ontem. *Imagem: barreirogrande.com.br


Precisamos parar e pensar. A quem interessam às epidemias que minam a saúde de nosso povo, a inflação que ressuscitou com apetite exacerbado, a crise ética e moral, a manutenção do desmanche do Estado Brasileiro, a manipulação do povo? Quem se beneficia dos constantes desvios de medicamentos, perda de maquinário, licitações superfaturadas, financiamento de desordens, sistematica destruição da cadeia produtiva brasileira ? *Imagem: www.batetuntum.com.br


A mim não parece estar presente em tal estado de coisas, qualquer aspecto ideológico e ou partidário. Infelizmente indicam banditismo, gatunagem e desvios de finalidades. JURO QUE TENTEI FICAR CALADA. PORÉM MINHA CONSCIÊNCIA NÃO PERMITIU. QUERO UM BRASIL LIVRE DE CRIME INSTITUCIONALIZADO, LIBERTO DE UMA MÁQUINA ADMINISTRATIVA APARELHADA PARA A SANGRIA DO ESTADO.*Imagem:blogdainsegurança.blogspot.com